domingo, dezembro 19, 2010

Vai sair o sol.

Eu vou te amar eternamente, enquanto meu amor durar,
afinal, "o amor é como uma chuva grossa, você não vê um palmo a sua frente,
mas um dia passa."
Então acredite, eu não vou te deixar por qualquer coisa, a não ser que minha chuva passe e 
o céu me sorria azul e límpido.
Não tema meu querido, não haverá mais preocupação com você, é isso que você quer, não é?
Bem, hoje eu te amo, mas pode ser que às 00:00hs eu mude de opinião. 

domingo, dezembro 12, 2010

A garota que não olhava pra trás. I

Então ela continuou, sem muito animo, mas ela continuou seu caminho e no meio de uma curva sentiu que algo a puxava para trás, um impulso fortíssimo e uma voz que dizia, "fique."; mas era mais forte que ela, ela não conseguiria olhar aquele passado e ela corria, corria com um desespero terrível estampado no rosto, não tinha saída, ou ia ou voltava e ela ainda achava que havia algo melhor lá na frente e por lá mesmo ouviu isso por outras e outras vezes de muitas vozes e a cada vez parecia um dejavu, desespero, angústia, não sei o que se passava com ela.
 Até que, um dia quando passava numa ponte já perto do fim daquela estrada viu a sua frente todos por quem ela havia passado....eles riam-se dela, da tolice que ela havia cometido ao não reparar que eles ainda olhando o passado chegaram antes dela, eles não repetiram erros, não choraram a mesma dor duas vezes e ela via o que havia perdido então queria recuperar, queria olhar pra trás, mas ela é/era doente por dentro, tão doente que tinha medo até de ouvir a voz que gritava dentro dela e precisava de um fim melhor, precisava muito...

#continua.

sábado, dezembro 11, 2010

essa coisa.

             Era algo diferente, não era só um sentimentozinho de bar, nem uma coisinha que se sente por qualquer desconhecido, era o tipo de coisa que te faz aceitar o outro em qualquer situação, em qualquer momento, era algo que seria capaz de relevar qualquer coisa, capaz de esperar.
             Algo que faria parar e esperar um ônibus no meio do nada, pra fazer uma viagem de horas e não sentir nada além daquela ansiedade, aquele frio no estômago, aquelas borboletas, sabe?
             Era o tipo de coisa que antes e além de tudo existia, o tipo de coisa que todo mundo espera ter um dia e que não acaba, mesmo que acabe, dá pra entender?
            E como todos os tipos de coisa começam as mil maravilhas essa coisa também, mas é diferente pelo simples fato de suportar os maiores pesos e derrubar as maiores barreiras, não essas barreiras que estamos acostumados a nos impor mas as reais, é diferente por simplesmente fazer-se mais doce, fazer-se mais bela ainda que esteja tudo feio, tudo sujo, sem gosto, sem cor, e é esse tipo de coisa, esse tipo de sentimento que além de ser o mais esperado é o que realmente precisamos.
             Creio que seja só isso, e que assim, enfim, consigamos abrir nossos olhos ao que espera a todos nós, basta querermos.

  

quinta-feira, dezembro 09, 2010

A garota que não olhava pra trás.


Ela passou por grande parte do caminho cercada de gente, cercada de gargalhadas e de palavras, a maior parte do caminho estava sendo percorrida da melhor forma, era isso que ela achava até descobrir a deslealdade, as pessoas que com ela estavam uma a uma a abandonaram nas horas de luta, ninguém ligou pra saber se o cabelo dela tinha caído, aliás, acho que ninguém nem sabia do que se passava com ela e ela tentava fingir que não precisava de ninguém, ela poderia sofrer por dois milhões de motivos, mas ela sofria pelo mais justo deles, falta de amor, não que ninguém a amasse, não é isso, mas ela não amava ninguém e continuava seguindo e seguindo, nunca olhava pra trás, tinha medo de ver o passado, e ainda seguia mais e mais, corria, às vezes esbarrava em alguém mas não se desculpava e nem se voltava para os olhos dessa pessoa, ah, mas isso é culpa do medo, só o medo pode fazer as pessoas não terem coragem de amar, não terem fé, não conseguirem erguer e cabeça e olhar o passado.
Ela esperava que seguindo em frente encontraria no meio do caminho as pessoas certas, os amores certos, afinal ela não achava nenhuma das pessoas que havia encontrado importantes e achava que faltava algo, que não queria continuar daquele modo, queria que tudo se resolvesse e um príncipe a esperasse na saída do túnel para apresentá-la aos nobres de seu castelo, ela sonhava os sonhos errado, ou talvez ela não tivesse sonhos.
Ela não olhava pra trás, e ainda assim queria que tudo fosse perfeito, não tinha esperanças, não tinha tempo, ou julgava não tê-los e tudo isso não era mais culpa do medo, era culpa dela, era culpa do que ela se afligia, culpa do que ela queria dizer e não dizia, culpa das lágrimas que ela proibia de rolar, tudo isso era culpa dela não olhar para trás. 
#Continua.

quarta-feira, dezembro 08, 2010

;)

Ultimamente é moda repensar valores e prioridades,
é, eu tenho sido uma das adeptas a essa moda, vivo pensando, repensando, decidindo.

Acho que perdeu a graça essa história de ser triste, de viver deprimida, perdeu a graça essa história de amar demais e de achar a dor "legal."
Tenho certeza de que mais da metade do mundo concorda comigo, antes de repensar é necessário saber se tem-se valores,
Acredito que as pessoas precisam amadurecer fatos, amadurecer ideias, e saber que ninguém vai tão longe quanto se imagina em algumas coisas, ninguém se entrega tanto a sentimentos quanto se imagina, não quando se é um adulto.
Qual é, já ta na hora de acordar!!
Será que só eu cansei desse mundinho sem nexo que todo mundo abraça?
Eu não aguento mais e vejo que os valores que eu tenho e que aprendi são os mais certos e lógicos,
não faço mal a ninguém, eu sou até boazinha.


segunda-feira, dezembro 06, 2010

Cuidado.

Eu tinha sentimentos, eu juro que tinha.
Eu tinha amigos, sim, juro que tinha muitos amigos, ou acho que eram meus amigos pelo menos.
Eu era cheia de pudores, cheia de dores, cheia de amores, era completa, inteira, era de entrega.
O que eu sou agora?
Sou sem sentimentos, sou vazia, sou meia, às vezes menos, sou de volta, sem passividade, 
sou violenta e fria, estou pronta pra romper as barreiras dos meus bons conceitos, não vou negar que isso é fruto da dor e que eu tenho chorado todas as noites, mas isso não muda meus novos objetivos, eu quero destilar todo o veneno que havia guardado aqui, todo o veneno que injetaram em mim durante anos de silêncio, não se deixe levar pela minha voz irritante, pelas minhas atitudes idiotas, pela minha euforia desmedida ou pela minha cara de sofredora, isso tudo só camufla um monstro, um lobo na pele de um cordeiro, cuidado, eu sou mais forte do que você pensa.
Eu sou um perigo.

Me arrependo mais do que não fiz.

Me arrependo mais do que não fiz,
dos abraços que não dei, dos beijos que neguei.
Me arrependo mais do que não disse,
dos perdões que não pedi, dos amores que não verbalizei.

Me arrependo mais de não ter arriscado,
me arrependo de não ter manchado meu nome,
me arrependo de não ter gostado tanto de mim quanto você.

Me arrependo de ter recusado seu pedido de casamento,
ah, eu era muito jovem a um ano atrás[...];
me arrependo de não ter te dito tudo da maneira certa.

Me arrependo mais do que não fiz,
dos cinemas que não fui, das vezes que não bebi,
Me arrependo mais de ter dito adeus, porque quando o disse,
perdi todas as chances de tentar.

Me arrependo mais do que não fiz por ti,
por mim, me arrependo mais do que não fiz por nós.
Me arrependo de não ter estado por perto nas horas necessárias,
Me arrependo mais do que não fiz.

:*

domingo, novembro 28, 2010

Ressurgir.



Quando você não tem mais pra aonde ir,quando a esperança desaparece,quando você cai e não há ninguém para lhe ajudar a levantar,depois que você dá o ultimo sopro pra uma causa maior,
você lembra de quem mais ama e ressurge magnificamente e esplendorosamente como depois de morrer, voltar a vida sem avisar, apesar da escuridão e da falta de confiança dos outros.


Texto de Ayrton Lima.
\o/

-exercite o perdão.


O mais sublime dos atos, o perdão, dar o outro lado da sua face quando o primeiro já sangra, estender a mão a aqueles que mais te machucaram, usar de si como instrumento de mudança, sim, perdoar.
Quando tirarem de você tudo que tens, olhe-os nos olhos e perdoe, quando partirem seu coração ao meio, perdoe, e depois do perdão, se te ferirem outra vez, respire fundo, e perdoe outra vez, porque a maior das dores é causada pela falta de perdão, nunca deixe que quem te feriu vá embora sem levar seu perdão, nunca.
Não permita que em você haja rancor, não permita que em você morem sentimentos ruins em relação ao outro, você só deve sempre e acima de tudo, perdoar.
Perdão é o mais lindo gesto de amor, perdoe quem te fere, quem te feriu e esteja pronto a perdoar quem ainda vai te ferir, sempre.
Exercite o perdão.

-intitulado.

Parei de beber, é sério, só bebo aos fins de semana um pouco de vodcka, sozinha, na banheira, quando sinto sua falta, se minhas amigas me ligam a vodcka fica lá no meu armário, esquecida.
Eu só quero te dizer que larguei também o cigarro, que tenho penteado os cabelos, que tenho saído com outros caras e que eu superei a maior parte do fim do nosso relacionamento.
Quero também te dizer que eu te amava e que não há hoje nem metade do amor que há nos textos que escrevi a você.
Espero que você volte, que me faça uma visita, mas agora como o cara que me ajudou a ser o que eu sou, melhor que antes, mais corajosa e mais mulher, mulher até demais pra você.

Aos meus amigos.

Confiança,
mão estendida,
pessoas que mesmo com todos os nossos defeitos nos amam e aceitam,
pessoas que não conseguem nos largar, não conseguem sentir raiva de nós independente do que façamos.

Mãos, braços, ouvidos, sempre disponíveis a hora que for, para o que for, parecem ter sido criados para estar conosco a todas as horas, todos os dias, e fazem falta.
Olhares que abraçam, palavras que curam, sorrisos mais doces que qualquer doce, nem sempre são os mais bonitos, mas são os que precisamos!

Os amigos, as pessoas que vão estar conosco quando quem mais nos ama partir, as pessoas que vão nos consolar na hora da dor,
pessoas as quais devemos a gratidão de nos suportar por uma vida inteira, ou nem sempre, pessoas que simplesmente importam e que são amadas na mesma intensidade que amam, sempre.

Aos meus Amigos. *-*

Eu te amo Senhor!

Seja a força que me sustenta,
Seja luz que ilumina meu caminho,
Seja minha confirmação na hora da dúvida,
Seja meu universo,
Tu Senhor, o único e verdadeiro amor.

Que em meio as dores, as cruzes e as decepções, eu me encontre em tua luz,
eu me veja em teus braços, cuida de mim e responde as perguntas que eu tenho te feito,
Esteja sempre ao meu lado, fortifica e converte a mim e aos meus todos os dias,
porque tamanho é meu amor por ti e ao teu lado quero estar!
Tu és minha vida, e outro como Tu não há!

Te amo Senhor,
e quero ser firme na fé! Cuida de mim!
<3

quinta-feira, novembro 25, 2010

quer tentar?

Olhos e expressões vazias, o forte e o fraco, Ying e Yang, perfeitos um para o outro, até o encanto acabar e ponto, depois que o encanto acaba só resta o vazio, e a sensação de falta, não se vê mais tanta cor, nem se sente mais aquele frio na barriga, ninguém mais quer saber como foi o dia do outro, ninguém se interessa com os problemas, ninguém mais quer ser ouvido, mar, ponte, é isso, depois que acaba o amor se acaba a inspiração e a saudade, se acaba tudo, mas ainda se pode tentar.
E ai, você quer tentar?

terça-feira, novembro 23, 2010

-comparação.



Eu me comparo a um raio, coisa rara de se ver,e basicamente só acontece uma vez, mas quando chega não há tempo a menos de ser visto,
é imprevisível, rápido e mata.



-baseado na frase de Ayrton Lima. *-*


Eu não posso negar, é meu bem, ainda doí.


Te amar já nem tem mais tanta graça. 

quinta-feira, novembro 18, 2010

O jogo recomeça agora.

Procurar novos caminhos é a solução mais viavél, é inevitável amar uma única pessoa, é uma coisa chamada carma, sabe?
Cada um nasce com seu carma e tem que conviver com ele.
Pois é rapaz, sinta-se feliz e realizado, você é meu carma.
Apesar de tudo, apesar de um outro alguém estar aos poucos vencendo essa barreira que eu me impus contra o amor, em meios as voltas que eu dou sempre paro em você, como uma viciada que precisa constantemente se proteger do vício eu preciso fugir, mas não dá...eu fujo, fujo, fujo e você aparece naquelas curvas íngremes nas quais eu tento me esconder, você é extremamente perspicaz então deveria saber que sua presença é muito agradável até que você passe a cobrar algo de mim.
Acredite, há alguém que não me cobra nada, e que espera que eu volte porque sabe que eu vou voltar, livre e espontânea, não por dívida, nem por remorso, eu voltarei pra ele, e você meu carma, prepare-se para assistir a virada.
O jogo recomeça agora, e dessa vez eu que vou dar as cartas.
Preparado?

terça-feira, novembro 16, 2010

eu sou um bom lugar.

As fases passadas edificaram-me, e ver que as atitudes que tomei em maioria foram as corretas me fazem como o Caio parar para refletir, será que eu sou um bom lugar? E assim chego a mesma conclusão que ele chegou," sim, eu sou um bom lugar." :*

domingo, novembro 14, 2010

-

-Eu vou sempre mudar de conceito ao seu respeito, a meu respeito, eu vou ser o que o sol me disser, se ele sair meu bem, te prometo isso tudo e um pouco mais, te prometo a intensidade de ontem e prometo que ela se estenderá até amanhã.  E te prometo ainda que enquanto estivermos juntos haverá brilho em algum ligar, ou em lugar nenhum, mas haverá!

Não se apaixone por mim.

Não se apaixone por mim, o meu caminho é longo, não se apaixone por mim, eu tenho muitos planos,
Não se apaixone por mim, eu não estarei nunca onde você espera, não se apaixone por mim, não sinta minha falta, porque sempre que eu souber que você sente estarei confusa, estarei em dúvida, fugirei, mudarei de rota e nunca me permitirei, e assim também não permitirei a ti.
Não se apaixone por mim, eu não quero sofrer, não pense que é maldade ou alguma coisa assim, eu só tento me proteger aos poucos, ou aos muitos, só não quero que as dores do passado voltem, que as feridas se abram, minha cura é na solidão e agora que eu tenho forças outra vez te peço que não me force a nada, que não me queira por inteiro e que não se apaixone por mim, que não sonhe com minha presença, eu não estarei lá quando você acordar, eu não vou te dar a mão nas horas difíceis, eu não vou confiar nas suas palavras, não vou confiar na tua presença, não vou querer saber das suas intenções, eu não vou suportar.
 Eu não suporto mais sentimentos importantes, eu não suporto mais histórias de amor, eu não suporto mais nada desse drama, dessa nostalgia, e se eu pudesse, e você sabe muito bem disso, não te pediria nada, não me esforçaria nem um pouco,
Mas no estado em que me encontro te peço, não se apaixone por mim.

-

E quem ama sem conhecer tem a ventura da fé e a desventura do perder, pois nem sempre o ser amado o merece ser.

sábado, novembro 13, 2010

-

 

Ele vivia dizendo que não queria fazê-la sofrer, que jamais o faria, inclusive, vivia dizendo que ela era uma das pessoas que ele mais amava, vivia dizendo que não gostava de vê-la triste, e que ela era encantadora, que sei lá, que ela era tudo pra ele, que nunca a ia esquecer, mas eles não eram nada além de amigos.

Ela vivia com saudades, reclamava pra todo mundo que queria vê-lo e sempre arrumava algum jeito de encontrá-lo, não tinham conversas construtivas, ela falava demais e ele de menos, a não ser quando estavam sozinhos, ai sim, ele falava, mas ainda assim a observava.

Eles se faziam promessas e ele sempre dizia que a amava e não a faria sofrer, ela acreditou, acreditou tão profundamente que está sofrendo, sofrendo mais do que deveria.
Sofrendo por amor.


-


Não é porque eu te amo que vou ser assim, tão fácil.¬¬'

segunda-feira, novembro 08, 2010

amor'

Todo mundo procurando meios de cura, todos querem que a dor passe, sempre, sempre pedem ajuda e nunca dão ouvidos aos conselhos que recebem.
Eu era uma dessas, me doía saber que você não me amava, me doía saber que os seus braços nunca seriam meus, mas de um dia pra o outro eu, não sei.
Eu parei, sentei-me no meu colchão novo, ainda envolvido pelo plástico, cruzei minhas pernas sob o corpo e rezei, lágrimas caiam de meus olhos e naquele momento eu sabia que só Deus estaria do meu lado; adormeci assim.
No dia seguinte, saí, como sempre, e quem eu encontro no caminho? Você, como sempre, o dono da minha angústia, o dono do meu desejo, o dono do meu amor, quer dizer, tu eras, hoje não és mais nada.
Amor não fere, não mesmo.
Amor alegra, felicita.
E eu descubro o amor a cada dia, não o amor que eu achava nutrir por você, mas o verdadeiro amor, aquele amor que me diz "o que te falta?", aquele amor que me diz: "eu estou aqui!", aquele amor que me protege, que me diverte, que me abraça e que é real e que diz coisas reais.
Eu sei que parece insolência da minha parte, sei também que rastejei muito por você, mas por meio desta, eu te comunico, não preciso de você.
E digo mais, o que eu tenho você jamais vai conseguir, pelo menos não enquanto fizer as pessoas sofrer.
Acredite, eu desconhecia o amor.

Mas o verdadeiro amor me foi dado, e nenhuma dor poderá tirá-lo de mim, "pois que se uniu a mim, eu o livrarei e será favorecido de longos dias."

quarta-feira, novembro 03, 2010

livre II





Eu vou te esperar, ainda livre,sempre livre!
Porque o amor de verdade não aprisiona, nem entristece, amor só é amor se for feliz.
e essa história de que amor só é amor quando é triste é intriga de gente que não sabe amar.

Então, eu vou sentir o vento bater no meu rosto, meus cabelos voando e estarei mais ou menos tempo ao seu lado, e quem decide isso é você, mas eu? 
EU SOU LIVRE.

:*

Querida irmã Morte:

Venho por meio desta dizer-lhe que não temo-lhe e antes preparo-me feliz para sua chegada,
venho dizer-lhe o quão doce é saber que morrerei como vivi, livre.
Minha querida irmã Morte, chamo-te de irmã por estar de braços abertos a tua chegada em qualquer hora do dia, e peço-lhe um favor em troca de minha hospitalidade, não me deixe sofrer quando for contigo, sê rápida.
Sabe minha irmã, ultimamente tenho escolhido o descanso, o silêncio, tudo isso te esperando, esperando que nas voltas que dás pare em minha porta antes do previsto, que faças teu trabalho e me acene sorrindo um adeus de paz.

Quero pedir-lhe que quando me levar não deixe os que estão ao meu lado sofrendo, que não os desampare, que cuide para que também não sofram quando a hora deles chegar assim como a minha.

Então irmã, tens minha consideração, admiração e espera.
Sinceramente, eu.

:*

segunda-feira, novembro 01, 2010

Pra não me culpar.

Tu sabe o que me doí? Claro que não sabe, e nem vai saber se depender de mim.
Eu desisto, desisto de sonhar, desisto do amor, desisto de você, sabe por quê? Porque eu sou fraca, porque eu sou como cristal, quebro mais fácil do que se imagina.

Achei que tu pudesse me entender, afinal tu sabe a dor de quebrar, mas no lugar disso, tu me quebrou, tu foi a brisa que me fez cair, e eu me anulei, me perdi, não tenho mais salvação ou ultilidade.

Se você ao menos considerasse a importância que tu tem pra mim, se tu entendesse que eu sinto sua falta e que eu preciso de pelo menos um Oi sei no msn, não me incomodo que seja só um oi, mas eu preciso, se você não subestimasse o carinho que eu cativo, ah, se não...

Vi em você a luz, vi aquela paz que me faltava, vi ainda aquela dor em teus olhos, e quis ser teu abrigo, quis que meu ombro fosse meu repouso e que minhas mãos fossem tua calmaria, que meus olhos fossem tua inspiração e meu sorriso tua alegria.

Desejei com todas as forças que ela não te quebrasse ao meio, tentei evitar, você não me via, não me ouvia, nunca, e eu estava sempre aqui, até antes de ruir.

Gostaria então de ter um pouco só de ti, mas um pouco que me fosse oferecido, devotado, que fosse sincero e real, queria que tu estivesse pelo menos pra mim iluminado.

Eu sei que desisto fácil, mas é pra não sofrer.
Te desejo toda felicidade do mundo, e que ela possa te dar o amor que você nunca me deixou te dar.

E para não ficar me culpando pra sempre, deixo contigo o mais sincero EU TE AMO, o mais caloroso dos meus beijos e minha saudade.

domingo, outubro 31, 2010

rui.

Eu rui, achei que não fosse de cristal, mas eu sou, frágil demais, fraca demais, quebrei.
Não posso colar, não há o que me reuna, agora, inútil, nada  muda e inerte estarei.
Não tinha motivos pra quebrar, não tinha, não tenho, o que me quebrou foi o vento, frio, sombrio, triste, invisível,
assim como a proteção que me envolvia, invisível.



fim.

Queime'

Se tu pudesse entender que meu problema não é amor!
Talvez seja, quem sabe é falta de amor, ou então o excesso dele.
Quem sabe eu esteja procurando soluções erradas para os meus problemas, eu fico procurando no silêncio e na solidão, ultimamente  as únicas coisas que me animam, as únicas coisas que me levam a refletir sobre mim e sobre a vida, e sobre meus desejos e sonhos e planos,
fico sempre parada em algum lugar, em silêncio, sentindo a brisa, esperando que alguém sente ao meu lado e me diga "vamos sair daqui, ta muito escuro tu não acha?", mas ninguém diz, ninguém me oferece a mão, ninguém me oferece ajuda, ninguém oferece uma saida.
Antes me empurram pelo precipicio, antes querem me usar como escada, antes não olham se trago ou não lágrimas nos olhos.
Eu acreditei um dia na possibilidade de ainda existir bondade nos corações, alegria nos sorrisos, sinceridade nas conversas e liberdade nos abraços, mas vejo que não é assim.



e deixo claro, que enquanto em mim doer será doce a muitos olhos, mas quando a dor passar que suas pupilas queimem, e sejam a chama que iluminará o meu caminho.



fim.

sábado, outubro 30, 2010

Um Viva aos Seletivos.

Nada disponível para pessoas fúteis de sentimentos falsos, nada disponível para  mentiras, nada disponível para insensibilidade, nada disponível para você, nada disponível para nada.
Talvez por haver disponibilidade demais, isso faz com que falte, na sobra há possibilidade de escolha e eu escolho o não.
O NÃO a certo tipos de amigos, a certos tipos de amores, escolho o não e o preservarei, isso faz-me então feliz, por poder escolher.
E um Viva aos SELETIVOS, e viva aos INDISPONÍVEIS, viva!!

Beijos, passe mais tarde.

Na linha.

A partir de hoje não quero mais me importar com ninguém, quero continuar assim, invisível, visibilidade não muda vida de ninguém, quero continuar anônima, sem destino, sem grandes planos, sem grandes construções...tenho medo que tudo desabe.
Prefiro continuar na linha, esperando o meu trem chegar, estaja eu dentro dele, ou debaixo dele, não fará muita diferença nesse momento, eu só não vou mais me importar.
Não me importo com a minha dor, não me importo com dor alguma, aliás, talvez eu tenha culpa, por tudo, sim, sim, tudo isso é minha culpa.
E o trem já vem, me deito na linha e espero que ele faça o que tem de fazer.

Famintos.

São olhos diferentes, olhos sedentos, famintos para ser exatos, os olhos de todos eles.
De todas as cores e modos apenas tem fome, fome de algo que eu desconheço, presos a luxúria, sim, são a pura expressão da mesma, trazem neles a estampa do desejo o tempo inteiro, para todos os lados, sem alternativa.
Ainda trazem com eles a dor que mostram em cada gesto, a revolta com ou sem motivo, não sei.
Inexpressivos, de tanta expressão, chegam a causar medo pelo excesso de silêncio ou pela falta dele, medo, sim, é isso, medo.

Neles falta algo, talvez seja amor que os falte, ou talvez só os falte atenção, no fundo desses olhos cheios de fome.
Ainda neles tento encontrar luz, mas parece que o sol não mais os alcança, tanta vida ainda, tanta coisa pela frente, tantos sonhos, sempre muito.


E nada pra saciar, nada parece ser suficiente.
Alguém sabe o que há?

sexta-feira, outubro 29, 2010

:*

" E que ele te ame com toda a intensidade."
Antes ouvesse amor, mesmo que haja, não é o tipo certo de amor, sabe?
Ela já havia dado todos os sinais e desistiu da luta, ficou claro que nada aconteceria ali se não uma linda amizade, amizade é amor, não é?
Então ele a amaria de um jeito ou de outro, não do mesmo modo que ela, mas seria amor e eles seriam felizes, amigos.
Mas no fundo, no fundo, ela queria uma conversa construtiva em uma calçada qualquer, depois andar por qualquer lugar, nem precisavam dar as mãos e na hora da despedida, acompanhada pelo pôr-do-sol, que um beijo viesse a selar a saudade, selar a ânsia e por fim acalmar o seu coração.

segunda-feira, outubro 25, 2010

ah'

Eu quero você,
quero poder ocupar todo esse vazio,
quero que você confie em mim, quero que você me queira,
eu me preocupo com o que você sente, sim, eu me preocupo.

Eu te desejo, não é por nada, até porque o que você tem demais?
Mas é como dizem por ai, o amor não escolhe muito e o meu parou quando te encontrei,
tão lindo, tão sereno, a paz que eu quero ter.

E mesmo que eu dê mil voltas, e me apaixone mil vezes, meu desejo sempre será você.
Ele estava lá, tudo que eu queria, bem na minha frente.
Ele me sorria, ah, aqueles olhos, fixos em mim e eu fingindo não entender,
aquele ar de quem sabe tudo ia sumindo, era mais eu, seu abraço, suas mãos.

É, eu realmente não sei o que tu sentes, mas sei o que eu sinto, e é infinito enquanto durar.

sábado, outubro 23, 2010

Daniel.

 

Desejos cegos, falhos, anseios falsos. Acho que só você não vê que seu mundo é de mentiras, claro que eu gosto quando você está por perto e olhando para o céu com jeito de idiota, ou então quando simplesmente passa por mim, quando me olha meio de banda, ah, mas eu quero com todas as minhas forças que você morra,
e que de preferência seja uma morte dolorosa, eu quero que uma carreta de umas 200 toneladas te atropele! No meio de uma BR se for possível.!
     Ainda assim eu não estaria satisfeita, não estaria livre de você, porque apesar de toda escuridão que tem ai, de toda a dor que tu me causa eu ainda espero que você apareça na escola na segunda de manhã, que você solte meu cabelo quando eu acabar de prender, eu ainda espero que você me ligue pra chorar dores de outros amores, espero sim que  você não pense duas vezes antes de agir.
    Mas não vou sossegar até que você morra! Você tem que pagar pela dor que me causa, vou te deixar sair da minha vida assim? impune? nunca! ninguém nunca me causou dor e ficou impune assim, ah, você é mesmo um idiota, mas é inevitável, eu te amo Daniel.

sábado, outubro 16, 2010

Deus te ama.

Depois de dois copos de Whisky  ela ainda estava sóbria, foi então em busca de algo mais forte, algo que a entorpecesse, que a fizesse de uma vez  por todas perder os sentidos, ela não queria morrer, ela só queria esquecer, esquecer as mágoas que o amor causara, ela só queria ficar mais calma e parar de pensar naquele cara que esmagou todas as projeções que ela havia feito para sua vida.
Tentou Vodka, depois começou a fumar, um cigarro de maconha por noite, era tudo que ela precisava pra se manter distante dele, e depois passaram a ser dois, três, seis cigarros por noite já não eram mais suficientes, não era aquilo que ela queria, não era aquele caminho que ela deveria seguir, mas não era a toa, ele a ligava algumas vezes em um mês, era o suficiente pra que ela se prometesse parar, mas ela só parava até perceber que ele não ligaria outra vez, que ele não se importava tanto assim com ela e tudo isso era apenas mais uma ponte para sua auto-destruição.
Ela já não tinha mais fé, não suportava mais nada, até conhecê-lo, sim, até conhecer um alguém especial que supria todas as suas carências, que preenchia por fim o vazio que tanto lhe aflingia, e depois dele ela nunca mais foi a mesma, ela estava livre de tudo que a acorrentava antes, ela agora é feliz e faz questão que todos o conheçam, sim, ela conheceu a Deus, e ele te espera como a esperava.
Deus te ama!

.

Eu não me entendo, eu não te entendo, ótimo.
Eu sei que você tem plena consciência dos meus sentimentos e que está brincando comigo, eu sei também que estou seguindo o caminho do teu jogo, do jeitinho que tu planejou, eu sei ainda mais que não é do mesmo jeito pra você, sei que nunca vai ser igual, sei que eu sempre vou te amar mais.
Sinceramente espero que ao ler você entenda do que eu falo, espero que você se compadeça da minha urgência, eu prometi não ter medo, não desistir e eu tô tentando cumprir minha promessa.
E tu? Tu nunca me prometes nada, me olhas assim com esse ar de segurança, por fora és frio, não sei se é ilusão de menina apaixonada, mas vejo fogo nos teus olhos, o modo que me olhas, é, deve mesmo ser ilusão, mas é assim...quando você souber o que sente, por quem sente, me avise se for por mim, eu vou te esperar sempre, eu deixo tudo e todos, é só você dizer que sim e eu sei que vai valer a pena, nem que seja por um mês, vai valer a pena.
Eu só quero que você note que eu já me decidi e minha decisão é por você, minha opção é ficar do teu lado, pode ser que eu me case com um outro cara que me ama, assim como eu te amo, mas em algum momento eu vou lembrar de você, aliás, ultimamente tenho lembrado de você mais que de costume.
Ultimente eu tenho esperado que você lembre de mim, eu tenho esperado que você sinta minha falta, eu tenho esperado que você lembre que apesar de tudo só eu te amo desse jeito, pode existir alguém que te ame mais, ou que te ame menos, mas assim, do jeito que eu te amo, só eu!
Quero com todas as minhas forças que você me ame, nunca quis tanto, e o pior é que pelo que me parece só eu consigo te aceitar assim, no teu silêncio, não um silêncio comum, mas teu silêncio frio, silêncio que dá medo, mas eu não tenho medo.
Não vejo graça nenhuma em ficar escrevendo sobre amor, mas desde que me reaproximei de você é só nisso que penso, só em amor, só em você, eu sei que eu sou fraca mas é disso que eu preciso, algo pra acreditar.
Ah, claro, eu nunca vou ser boa o suficiente, mas você é importante pra mim e sabe bem disso, mesmo que eu não seja pra você.
E no fim, quando você resolver assumir seus medos, suas fraquezas e me olhar nos olhos sem evitar eu vou saber que estás pronto, e tu terás meus braços, meu abraço e a intensidade do que eu sinto sem mais, nem menos, só o que precisas e talvez assim, só pelo necessário tudo funcione do jeito certo.
Eu quero que quando todos te procurarem por perto alguém pare e diga que pra ter sumido você provavelmente está comigo, eu quero que meu perfume seja o teu preferido, eu quero que você odeie as bandas que eu ouço, mas lembre de mim sempre que as ouvir por acaso em algum lugar, quero que sua pupila dilate quando te perguntarem de mim e que duas palavras bastem pra explicar o que eu sou pra você, "meu amor".
Se você então puder notar, puder ver, puder entender e se achar que vale a pena, eu vou estar aqui.
Depois de noites de insônia, depois de horas perdidas com o pensamento longe, eu vou estar aqui, eu vou te esperar, eu vou te querer, te cuidar como sempre, e vai ser infinito enquanto tempo houver.

Porque apesar de tudo, minha fraqueza me impede de te esquecer.

sexta-feira, outubro 15, 2010

Não gosto de flores

   
Nunca gostei de flores, parece estranho, não é?
Mas eu realmente não gosto, talvez por nunca ter  recebido se quer um ramo delas, de nenhum tipo, de ninguém, em nenhum momento, claro que nunca esperei e isso é até atípico, todas as garotas esperam receber de alguém, um dia um ramalhete de flores, orquídeas, margarida, essas mais comuns que todos os namorados dão em datas significativas, e só isso elas recebem, é como se aquelas flores viessem suprir carências, e é por isso que eu não gosto de flores, assim como os sentimentos elas murcham, é, murcham.
Eu não gosto de flores, mas ainda assim as tenho por perto, não as que murcham e morrem, mas sim as de plástico, artificiais, falsas como meus amores, realmente eu sei, as flores de plástico nunca morrem.
E talvez por isso eu não goste tanto assim de flores, ou talvez eu vá morrer odiando-as mais ainda.
Afaste-as de mim, eu não gosto de flores.

terça-feira, outubro 12, 2010

colorir.


Eu me criei vazia e fria, nada aqui nem ao redor,
claro que eu nunca gostei muito de presenças, pra mim sempre foi melhor longe também, mas não assim sumido,
é, mas eu nem gosto dele mesmo.
Mas eu quero que ele esquente e preencha, enraize, que venha colorir, curar,  mas como eu já disse, não gosto dele, só sinto saudade.
Quando eu paro e penso sobre tudo isso percebo que fico de graça nesse jogo, mas é nessas e outras que vejo vantagem em ser vazia, meu vazio intensifica amores, dores e tudo isso faz com que eu me sinta cheia, assim eu finjo não ver e não ouvir, nem sinto, nem vivo, ah, quero colorir.

segunda-feira, outubro 11, 2010

Rachel.

Meu corpo jovem pede sossego, pede colo, meu corpo não tem mais forças.
Exaustão mental, é, talvez seja efeito dos anti-depressivos que tenho tomado todas as noites antes de dormir,
só eles me fazem dormir.
Não fará muita diferença se eu disser meu nome, não é? Mas eu preciso falar de mim mesma, pelo menos até achar que isso me fez sentir melhor.
Me chamo Rachel, tenho 19 anos, jovem demais pra chegar a esse ponto, não?
Mas é assim, nesse momento não há ninguém ao meu lado, preciso urgentemente de alguém, qualquer pessoa que me abrace e diga, tudo vai ficar bem.

Eu talvez não devesse estar aqui nessa sala, sozinha, com os pés pra cima, mas eu estou e por isso vou aproveitar o máximo, de uns dias pra cá eu venho perdendo cada vez mais de mim, o que as pessoas tem?, será que eu sou louca?
Não consigo entender onde estou exatamente, eu realmente estou aqui, eu sei que estou, mas não fisicamente falando, minha alma anda por caminhos nunca antes vistos.
Não sei, não acho que seja útil desabafar, é, realmente não é.
talvez eu volte.
um beijo, espero que você receba minha carta, eu ainda te amo.

sábado, outubro 09, 2010

;X

Nessas tristes horas de solidão todos buscam alguém pra culpar, todos se culpam, todos sempre dizem que tentaram, todos sempre prometem lutar, TODOS, e depois de descumprirem suas promessas ainda dizem que fizeram o que puderam, que tentaram.

Todo mundo diz que foi por amor, que foi a única saída, todos dizem que não tiveram força suficiente pra aceitar, mas ninguém sabe que o amor tem como força a dor, o amor tudo suporta, tudo restaura, transforma.
Ninguém quer que haja o sofrimento, ninguém quer assumir problemas de ninguém, ninguém defende ninguém, ninguém se importa mais com sentimentos.

Sabe, eu só queria que as pessoas se dessem mais valor.
Só queria que entendessem que o amor não é uma emoção, que o amor não se esquece, apenas se supera, a cicatriz sempre fica, às vezes é grande, outras vezes nem tanto...
o amor ainda é importante e é por essas e outras que eu continuo a insistir que amar é lindo.
Exercite o amor, vale a pena.

sexta-feira, outubro 08, 2010

:)

Eu insisto em me preocupar com os seus sentimentos, insisto em saber por onde você anda, insisto em decifrar todos os seus sinais, todos os gestos de introspecção e me injeto ânimo nas veias, quem sabe assim funcione.
Ao contrário do que você pensa eu não estou mais aqui, mesmo estando.
Ao contrário do que você pensa mesmo não vou mais me mostrar, mesmo que você me veja, sabe meu ex- amor, eu queria muito que você tivesse mudado de ideia, que você estivesse do meu lado.
Sabe meu ex-amor, até hoje eu não me arrependi de nada que fiz por você, só não sei se você mereceu minha espera, minha atenção, meus telefonemas, não sei se você mereceu tanto espaço nos meus pensamentos durante tanto tempo.

Não acredito que tenhas devotado a mim nem um terço do carinho que te ofertei, meu tempo era inteiro seu se assim tu fosse querer, eu era inteira tua, era tudo inteiro, e tu eras meu meio, terço, quarto, ou não era,
Tu era todo pouco, sem mostrar, sem me deixar ver, assim que era.
e assim que eu digo, meu ex-amor, eu não te amo.

Tô pronta pra mais uma!

Já estava na hora de voltar a falar de sentimentos, de todos os tipos, os declarados, os fingidos,
falar de medo, de coragem, de soberba, de supremacia, falar de vida, de mim, de você, de nós.
Eu não quero que aconteça outra vez, eu não quero me enganar, já me acostumei a ser a última, a que anda atrás, a que recebe sempre as costas das pessoas, talvez por isso eu não goste de deixar ninguém pra trás.

Sentir que não é recíproco só me faz ter mais receio de tudo, cada fato, cada ato o cheiro o nó, tudo é extremamente importante e seco, não tem ar, não tem água, não tem terra, não tem braços.
Eu quero que você saiba que ainda que não esteja na hora eu ainda vou atender seu telefonema, mesmo que eu deixe de te amar (e eu deixei), ainda vou querer ser teu porto, ser aquela em que você confia, aquela que você ama, mesmo que esse seu amor não seja aquele amor.

Eu ainda vou querer te esperar nos fins de semana, mesmo que minha porta não seja teu destino, eu ainda vou achar que seus "eu te amo" são reais, eu ainda vou me forçar a acreditar que acabou o que eu sentia, que está tudo mudado, sempre vou fingir que nada aconteceu e você nunca vai saber o que eu senti, nunca, nunca.
Talvez essa transparência toda que me faça mistério, talvez minha fraqueza seja a minha real força, talvez daí você perceba que o tempo todo eu estive em suas mãos, ao seu alcance, no seu jogo, do teu lado, sendo por ti, e o tempo todo me manipulaste e brincaste de colorir e descolorir meus dias, todos os dias.
Eu não te amo, é fato.
Se você me ama não interessa, mas vou voltar ao normal, é sempre assim, machuca, machuca e machuca, depois aos poucos sara e a dor desaparece, eu camuflo a cicatriz e tô pronta pra mais uma.!

terça-feira, setembro 28, 2010

:D

não sei,
não tenho motivo algum pra estar, mas ultimamente tenho acordado mais feliz que nunca,
acho que simplesmente por acordar.

segunda-feira, setembro 27, 2010

obrigada Deus.;*

"Depende de nós, quem já foi ou ainda é criança, que acredita ou tem esperança, que faz tudo pra um mundo melhor, depende de nós que o circo esteja armado, que o palhaço esteja engraçado[...]"
       Eu acho que em tudo há um lado bom, até na dor, na perda, na injustiça, sempre há uma lição a se aprender.
       Eu acho que todos nós juntos podemos construir algo melhor, Deus nos fez irmãos com esse objeito de que façamos do mundo um lugar melhor.
       Deus não desampara um justo não, não desampara não, basta crer e ter fé que o milagre acontece.
Então se aqui estamos nós é porque temos uma missão, amar o outro como a nós mesmos, e assim poderemos melhorar tudo, melhorar o mundo e sermos plenos e felizes.

Obrigada Deus;*

Relato de um homem apaixonado.

Acreditar em finais felizes sempre foi o forte dela, mas eu não queria um final feliz, não queria um final e se tivesse de haver um final que fosse real.
Ela insistia em dizer o quanto precisava de mim, demonstrava sempre seu amor, conseguia me acalma de um jeito fácil, mas ela era fraca, eu a manipulava sem o mínimo pudor e cada ato dela eu já havia previsto, eu a amava mas minha natureza me impedia de revelar qualquer tipo de coisa que um dia pudesse me ferir e perdê-la iria me ferir mais do que eu imaginei.
Era setembro, eu a liguei, percebi o quanto ela ficou nervosa com a ligação, mas fingia não ter ficado.
Conversamos por horas e horas a fio sobre todo tipo de coisa, eu a ouvia com toda atenção queria saber o que me prendia a ela, talvez essa previsibilidade, talvez por sempre conseguir dela o que eu queria, era isso que eu achava até ela virar o jogo, de manipulador eu passei a manipulado, de um dia para o outro ela começou a se mostrar mais forte e isso me orgulhava, mas o modo como ela passou a se portar me infringia a dor que eu um dia a afligi, foi nesse momento que eu percebi que ela não queria mais jogar.
Eu havia feito a mim mesmo o favor de fazê-la desistir de mim, e como eu havia previsto ela desistiu, mas de um modo surpreendentemente encantador me disse que ainda assim se importaria comigo, então eu vi que a minha maior fraqueza e o motivo da minha força era ela, e eu havia acabado de perdê-la estava escrito nos seus olhos.
Agora eu espero sempre que ela me procure, que ela me ache necessário, espero que ela sinta saudades, mas ela nunca sente, ela agora é pra mim o que um dia eu fui pra ela, e logo agora eu resolvi amar.

domingo, setembro 26, 2010

OBRIGADA DEUS.

Quero chuva de bênçãos, quero chuva de amor, quero Deus por perto, sabe Deus, eu sei que você está aqui perto, eu sei que você é parte de mim, é meu guia, é meu protetor.
Deus, quero me inundar de ti, e quero que minha fé cresça cada vez mais, quero seguir teus caminhos, contigo eu sou realmente livre.
"hoje livre sou, tenho sede da tua graça cada dia mais, sou mais firme e sou mais forte quando aqui está, com palavras de amor te adoro senhor, hoje livre sou." !

OBRIGADA DEUS.;*

-

Você e seu intelecto de mosca, um cérebro mínimo, de conhecimento zero, você e sua mania de se achar superior, e essa mania de querer estar sempre certo.
Você que se julga com falsa modéstia, que se acha o sofredor, entenda, você nunca vai conseguir se continuar assim.
Tudo isso cria um muro no seu caminho e enquanto você anda sem olhar pra o muro, você pode muito bem dar de cara com ele e se machucar feio.
Se você começasse a pensar mais na sua vida perceberia que não é tão difícil mudar, sabe, esses fracassos seus de todo santo dia podem sim tornar-se bênção, há ainda alguém que te ama, e quando você reparar vai perceber que as pessoas certas você deixou pra trás no seu caminho, porém ainda há tempo pra voltar.

quinta-feira, setembro 23, 2010

Vou inventar.




Vou inventar meus dias até que as estórias de mim se tornem reais, quando se sonha já é real, e é por isso que eu sonho e vou continuar a sonhar, quero meus dias como esses, não esses de sempre, mas esses especiais onde as pessoas são extremamente felizes e solidárias, esses dias que tem cheiro de amor e de paz, é assim que eu quero meus dias.

Quero crianças correndo nas ruas, mas nessas ruas não haverão carros, os carros devem manter distância de ruas como essas, quero escolas, muitas escolas, mas escolas divertidas, com professores sorrindo, com mães que levam seus filho a aula e sem precocidade,  quero que as pessoas aproveitem as fases, que as meninas brinquem de bonecas e os meninos de carrinhos, quero que eles cantem e ouçam atentamente contos de fadas e não chorem, não sintam dor, quero famílias completas almoçando na varanda aos domingos e conversando sobre a semana que tiveram.

Vou inventar dias em que tudo esteja nos conformes, as mães e os pais não vão brigar, os filhos serão obedientes, todos irão a igreja, todos serão bastante educados, exceto na hora de brincar ai sim vão todos poder se sujar, as famílias vão poder viajar e todos terão dois meses de férias, as águas serão limpas e claras, os peixes serão de cores fortes e vivas, vou inventar por ai felicidade, vou inventar paz, vou inventar vida.

Vou inventar dias em que as pessoas tenham tanta vontade de sonhar quanto eu tenho agora, que se sintam mais fortes, que realmente saibam o valor de tudo isso.

terça-feira, setembro 21, 2010

-arrebata esperanças, sonhos...

Qual a dificuldade em compreender o fim?
Uma hora ele chega pra todos nós, esperar por ele ou não é opcional, mas lembre-se sempre ele chega.
Assim, quando menos se espera ele arrebata as esperanças, os sonhos, os desejos e apaga-os de nós como se nunca tivessem existido.
e todos dizem que não é tão ruim quanto parece, mas é sim, é tão ruim quanto parece ou talvez até pior, em cada um doí de um jeito, não será igual nunca, nunca, cansei.

Carta.


Se eu abrisse minha caixa de correio agora e lá encontrasse uma carta, uma carta de amor, sem remetente e sem destinatário, apenas uma carta de amor, escrita por uma letra torta e cheia de palavras bonitas com poucas expressões comuns, uma carta que agora me faça sentir especial, isso realmente é necessário, muito, mais do que eu imaginei que fosse,
Cheguei ao ponto em que um simples sorriso pode mudar meu dia, cheguei ao ponto em que uma palavra de carinho pode salvar minha vida.
É, eu caí mais uma vez, caí, mas acredito na salvação, serei  forte e vou me reerguer, é isso, fim.

domingo, setembro 19, 2010

-Velhos tempos.


-A anos atrás nós éramos felizes, mais felizes que poderíamos imaginar.

Éramos livres e éramos apenas.

Éramos só nós, éramos cruas e doesse a quem doesse tínhamos a mesma cara, e não iríamos mudar por nada ou por ninguém.
Éramos nerds, feias (não que ainda não seja, mais menos que antes), sem noção, mais éramos felizes, muuuito felizes, tínhamos umas as outras e isso bastava, bastava, era suficiente.
Mas faz tanto tempo, tanto tempo, que mexer nessa ferida agora, me faz ter vontade de derramar minhas infames lágrimas.

Minhas lágrimas de saudade, minhas lágrimas de lembrança, lágrimas puras, as mesmas lágrimas que derramava a oito ou sete anos atrás.
As mesmas lágrimas testemunhas de minha pura e única amizade que eu alimentei por tantas pessoas, que hoje talvez eu nem lembre mais o nome ou as feições.
E eu sinto saudade saudade de tudo, dos amores, dos problemas, são velhos mais eram mais puros do que os de hoje que de um jeito ou de outro são necessários e que talvez nem tenham solução.

Tudo isso só mostra o quanto fomos fracos e não soubemos aproveitar o que tínhamos.

-É, éramos felizes, de um jeito diferente, cada um de seu jeito, mais éramos puramente felizes.

                                                                            Fim.

Por.: Nathalia Almeida
        Yasmin Galindo  blog da Mii

Silêncio

Todas nós silenciamos, parece que agora todos entenderam o que eu sentia, todos entenderam o que eu tanto queria evitar que acontecesse, parece que entenderam que quando eu era careta[sou], quando eu chorava não era besteira, era o silêncio que se iniciava  em mim, e eu pareço ter sido a primeira da lista.
Agora o silêncio acompanha todos nós, todos que precisavam, mas é, esse silêncio é o fogo, seremos fênix, renasceremos.
E das cinzas ressurgiremos, ressurreição, calmos, resolutos e fiéis, saberemos realmente que somos, saberemos como devemos ser, e saberemos que temos um motivo maior, alguém que espera por nós,
saberemos que fizemos as escolhas certas e que o nosso silêncio não será  mais necessário, então, finalmente seremos e só.
Não por motivos inúteis, nem com mentiras, seremos cheios, não mais esses vazios, ressurreição, seremos quentes, não mais frios, ressurreição, teremos fé, ressurreição, seremos enfim felizes, ressurgindo.

Por agora não é amor.


Quero sua imperfeição e insegurança, assim eu me sinto segura, 
Quero que você seja comigo como é sozinho, que chore, que cante, que toque seu violão e que seus olhos me mostrem um novo caminho,
Quero que suas ideias completem as minhas, porque isso não é irreal, não é projeção, mesmo desse jeito eu ainda te acho o cara certo.
Acredito que mesmo não sendo a menina dos seus olhos algo pode acontecer, mesmo que sua atenção agora não seja minha acredito que um dia venha a ser, mesmo que você não me veja assim, eu te vejo, te admiro, te respiro, e todos os seus defeitos tornam-se pra mim qualidades unicas, qualidades que algumas vezes incomodam, mas que na maioria das vezes me acolhem, e assim eu me sinto calma e pacifica, 
Eu quero chegar perto, mas eu não consigo, eu quero falar mas o nó na garganta é maior, eu choro se estás triste, irradio se estás feliz, não sei o que é isso, desconheço esse sentimento, por agora não é amor, mas só por agora.
Espero que um dia você me note e veja que eu estou ao seu lado, e se você puder devotar um pouco, o mínimo que seja, de sua atenção a mim já seria suficiente.
Por agora me sorria, e se tiver entendido o que eu quero dizer pode me ajudar a decifrar tudo isso?
Só sei que ainda não é amor, não por agora.

sábado, setembro 18, 2010

Forever Young!


Seremos sempre jovens, desde que saibamos que a vida é curta, que o tempo urge, que querendo ou não a gravidade vai afetar nosso equilíbrio, querendo ou não ficaremos fracos,
querendo ou não "voltaremos a ser crianças", mas crianças sem energia alguma.
Seremos sempre jovens se enterdermos que ainda assim podemos fazer muitas coisas, podemos sair, podemos sorrir, podemos ter amigos, podemos ter fé, podemos continuar evoluindo.
Nossos corpos vão passar e de nós restará a lembrança, então, você vai ser jovem pra sempre?
Todos deviam ter plena consciência do que fazem por seus futuros, mas o futuro é daqui a um segundo, comecemos a agir mais rápido e sem acelerar, seria possível?
São esses paradoxos que vão alimentar nossa eterna juventude.!

sexta-feira, setembro 17, 2010

Há jeito para corações partidos.




Você conseguiu me dar a maior das certezas, não preciso de você,
mesmo que eu sofra, serei mais feliz a distância, temos gênios diferentes, sonhos, desejos e fé diferentes, até onde chegariamos? Crime passional?
Não quero mais tentar!
Eu já te quis demais, te esperei demais e agora faço a primeira de muitas escolhas racionais que farei relacionadas a você,
ACABOU!
Você quebrou meu coração com seus olhos de adaga, rompeu meus pulsos e dilacerou-me aos poucos, seu jogo não me agradou em momento algum, será que você percebeu o mal que me fez?
Mas não se preocupe, ainda existe jeito pra corações partidos.

quinta-feira, setembro 16, 2010


Eu preciso de alguém como você, não por simplesmente achar, mas porque você é o oposto da minha fraqueza, meu avesso, 
Não que eu queira te forçar a nada, mas é que eu me perco numa confusão profunda toda vez que conversamos, eu tenho medo do fim, eu tenho medo que você sinta dor, eu tenho medo de te perder, eu já perdi muito de você, não acha?
Vem, tira de mim esse sofrimento, me abrace e me mantenha em seus braços, eu quero matar meu desejo e o que falta da minha saudade, não vou poder viver sem você, mas agora não dá pra conter a emoção, eu vou te esperar, e esperar, meu amor.
Até você decidir se eu sou ou não o melhor pra você, eu tenho tempo pra tudo, menos pra te perder, eu quero matar a saudade, meu desejo essa minha vontade, você é meu ar é meu sol,  e eu continuo a esperar, por você...esperar por você.

eu te amo.

I need someone like you, not just find, but because you are the opposite of my weakness, my back,Not that I want to force you to anything, but I'm lost deep in a mess every time we talked, I'm afraid the end I'm afraid you feel pain, I'm afraid of losing you, I miss you very much do not you think?Come, take this pain from me, hug me and hold me in your arms I want to kill my desire and what remains of my longing, I can not live without you, but now can not really contain my emotion, I'll wait for you and wait, my love.Until you decide whether or not I'm the best for you, I have time for anything but to lose you, I want to kill the longing, my desire that my wishes, you are my sunshine my air, and I continue to hope, for you ... wait for you. I love you.

terça-feira, setembro 14, 2010

Eterno&infinito.


"Que seja eterno enquanto dure!"
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK- Ah, como nos dias de hoje as pessoas são bobas, não sabem nem o que quer dizer eternidade,
Eu garanto que meu amor é infinito, mas não garanto que seja eterno,
eu garanto que farei infinito cada momento que estivermos juntos, eu garanto que será infinito meu olhar a envolver tuas feições, garanto que será infinito, posso garantir, ao menos isso eu posso.
Mas quanto a eternidade eu duvido, o eterno existe desde sempre ou simplesmente não existe, bem, entedam.!

Côncavo e Convexo

Eles são ângulos, são espelhos, são um futuro casal de poetas tresloucados e insensivelmente antagônicos,
o ódio que julgam alimentar um pelo outro só acentua o tamanho da necessidade que eles tem de si mesmos,
Ela é a inocente e cheia de princípios,  até que alguém a provoque.
Ele é tudo que ela não é, e ainda é absurdamente promíscuo e sem valores, eles são o casal perfeito, e já sabem disso, só que no momento resolveram refletir seus sentimentos em coisas totalmente sem nexo, 
São o Côncavo & Convexo. São eles que fazem questão de declarar o quanto se odeia e fuzilar todos que cercam o outro com os olhos, 
Não adianta tentar fugir, mais cedo ou mais tarde ambos vão perceber que precisam tanto um do outro quanto eu vivo avisando.
#Baseado em fatos reais.

segunda-feira, setembro 13, 2010

Amigos.


  Quando Deus decidiu me por na terra eu tenho certeza que ele calculou cada fase da minha vida pra nela me dar um amigo, e ele escolheu os melhores que poderia escolher.
    Sempre que eu estou triste tem alguém que se preocupe comigo, mesmo que quase nunca liguem, vez em quando o telefone toca e é alguém querendo notícias minhas, 
   Aqueles amigos que acolhem, aqueles que riem, aqueles que te defendem, aqueles que te entendem e que precisam de você tanto quanto você deles.
     Aqueles amigos que te levam pra sair quando você leva um fora, aqueles amigos com quem você saí quando levam um fora, aqueles que te conhecem com a palma da mão e por isso nunca sabem o que você vai fazer.
 Aqueles que acima de tudo te amam, e é por eles e pela minha família que eu agradeço e peço a Deus todos os dias, por ter pessoas tão especiais na minha vida, mesmo que sejamos diferente, mesmo que briguemos, eu te agradeço meu Deus.

domingo, setembro 12, 2010

Veja a mudança.



Dá pra perceber a mudança?
A bailarina parou de usar as sapatilhas de ponta, o jogador de futebol parou de usar as chuteiras e eu parei de acreditar.
Percebeu agora?
Eu não sou eu, mesmo sendo, sou ela e sempre fui, mas ela é "alegre", e eu sou "triste".
Ela arrisca e eu, assisto.

Então, ficou claro?
é, é a mudança.


Não me odeiem, é que hoje eu não estou bem, mas é só hoje,
e eu vou ficar bem, sempre fico, mesmo que isso não tenha significado algum, eu acredito que há algo de bom nisso tudo, e eu vou aprender, sim, eu acredito.

Deus, me ajude, eu preciso.

Fim.

E que essa dor seja útil.

 Que a minha dor seja-me útil, essa é a unica coisa que peço a mim mesma no momento,
é essa angústia que me faz perder o sono, que me faz estar a meia-noite postando sentimentos meus num Blog,
eu poderia tornar tudo isso mentira, mas não é a intenção, o que eu quero é que mesmo depois de tudo, depois de chorar, depois de reclamar e amaldiçoar sentimentos reais consiga saber o que eu realmente acho de tudo isso, o que eu realmente sinto e até onde iria pela minha dor, a dor que eu tento esconder, que eu tento apagar do meu olhar, mas a dor mais idiota de todas as dores, como eu atrevo-me a falar sobre dor quando muitas pessoas por ai estão em pior estado do que eu?
Como eu consigo ser tão egoísta a esse ponto?
Estou me tornando igual a tudo aquilo que eu sempre odiei, aquilo que eu sempre quis me manter longe.
Gostaria de poder passar um dia sem derramar lágrimas fúteis como essas que agora rolam no meu rosto, gostaria de respirar e não pensar nisso tudo, nessas coisas vazias, tão profundas quanto uma vasilha...eu gostaria de estar livre desse sentimento inútil e totalmente desnecessário,
mas ao mesmo tempo eu me sinto divinamente agraciada por ser essa minha dor, por não ser carnal, por não ser violenta, é sim em parte, mas não é nada que me traga pra casa a durante a madrugada sangrando.
   Gostaria de um meio de canalizar tudo isso, esse meu paradoxo particular que me faz ficar sem graça a cada dia, mas de que me adianta mentir?
É, sim, odeio o modo como passei a me portar, odeio querer ser igual, odeio essa mediocridade e essa hipocrisia que me imprimem, eu nunca fui assim, e por que agora, logo agora vim tornar-me isso, esse monstro!
   E já que é pra ser sincera, agora serei ao extremo, arrancaria teu coração se possível fosse, por seres frio a esse ponto, por me fazer te odiar tanto quanto te odeio, mas meu ódio não é nada comparado ao amor que sinto hoje, a vontade que eu tenho de te dizer, de ser sincera, não se compara a nada que nenhuma outra vá falar...e eu espero que no fim, quando eu não mais estiver aqui tu chores a minha dor, sintas o que eu senti, mas sabendo que eu nunca vou voltar e que o motivo disso tudo foi você.
Que minha dor seja útil na hora de te consolar, sei que ainda antes de tudo vais precisar, e espero que eu não transpareça assim toda essa dor.
Eu deveria ter mudado o caminho antes, não é isso que eu quero, EU NÃO SUPORTO MAIS.
Essa droga de coração fraco. "se apaixona fácil e quebra mais fácil ainda."
Mas é o meu dom, e é o que sobra, eu vou esperar ansiosamente o fim, vou esperar.

sábado, setembro 11, 2010

Aquela.



Aquela que está sempre só, aquela que acredita nos sonhos e que eles podem ser realizados, aquela que sempre pensa que amanhã será um novo dia, aquela que se ilude com falsos amigos, aquela que adora dizer que todas a músicas que gosta foram feitas pra ela, aquela que adora dormir para sonhar, aquela que adora estar entre os poucos amigos que tem, aquela que odeia injustiça, aquela que destesta perder, aquela que adora dar concelhos, aquela que se esforça, aquela que não é só mais uma entre tantas pois é única, aquela que ama chocolate, aquela que é feliz com o que tem, aquela que finge que os aviões na noite são como estrelas cadentes só para fazer um pedido, aquela que quer ser entendida sempre, aquela que vai sempre em busca do novo, aquela que não muda sua opinião para agradar a ninguém, aquela que se cuida, aquela que acredita em DEUS, aquela que conta as horas para que momentos de aflição passem, aquela...



Texto de Ananda Larissa, minha amiga que eu tanto amo, o primeiro post do seu blog que com muito carinho ela dedicou a mim.

*--*
Amiga(L'


A, segue lá o blog dela, acredite, vale a pena.  Blog da Nanda. *--*

quinta-feira, setembro 09, 2010

No meio das mudanças.




Eu estou no meio das mudanças, não se admire se eu chegar a você e disser que te amo e cinco minutos depois desejar sua morte,
não se admire se eu acordar você com todo amor e a noite voltar pra casa de cabelos verdes e com toda a revolta a flor da pele.

Eu estou no meio das mudanças, não tem mais saída, não sou mais eu, te dou os parabéns por isso, claro que eu tenho minha parcela de culpa, mas em maior parte a culpa é tua, por não me querer, por não me amar e me fazer mudar.

Não se admire por isso, eu mudei, posso ser seu mais doce sonho ou o seu pior pesadelo em um espaço de minutos.

Boas tentativas.



  Poucos amigos, poucos amores, nenhum história pra contar, 
o que eu tiver a dizer não te interessa e a mim muito menos o que vais falar, queria antes estar em casa, ou ao seu lado em qualquer lugar,
mas me perdi em pensamentos e em sentimentos que não vão mudar, te ver, te ouvir e não poder sentir,
calar, tentar silenciar o coração, ohh.
   É assim, é o amor, não adianta pensar em desistir, quando vem pra valer, não há como resistir, 
cada sonho, cada passo, cada olhar....
   Esperar, entender, amar...pensar mais uma vez se tudo vale a pena, se lutar assim por alguém vai ser sempre meu dilema, o amor, me pegou, não há como resistir,
veio assim, meio sem cor e tomou conta de mim, o que fazer?
Como me sentir?
não há como negar!
Todo mundo percebeu que meu coração é seu e só você não vê.

então beijos,  boa sorte,
boas tentativas de se esquecer.

Não vou mais ligar.



Não me peça mais pra ligar,
talvez eu não queira mais saber de você, te agredeço por todas as minhas ligações que não atendeu, todos os meus recados que não respondeu, meus depoimentos que não aceitou.
Acredito que talvez estivesse sem tempo, ou com medo, mas eu já decidi, chega!
Não vou mais ligar, nem te escrever, nem te mandar recados, não vou mais me importar, se quiser atenção busque-a, 
me ligue, me mande recados, me escreva, lembre-se de que talvez meu mundo não seja você; e eu espero que você perceba isso antes que seja tarde, porque meu tempo está passando muito rápido e você pode perder a única pessoa que realmente te amou nesse mundo.

"eu te amo mais que todo o mundo."
Ah, como eu queria que fosse verdade.