terça-feira, setembro 21, 2010

Carta.


Se eu abrisse minha caixa de correio agora e lá encontrasse uma carta, uma carta de amor, sem remetente e sem destinatário, apenas uma carta de amor, escrita por uma letra torta e cheia de palavras bonitas com poucas expressões comuns, uma carta que agora me faça sentir especial, isso realmente é necessário, muito, mais do que eu imaginei que fosse,
Cheguei ao ponto em que um simples sorriso pode mudar meu dia, cheguei ao ponto em que uma palavra de carinho pode salvar minha vida.
É, eu caí mais uma vez, caí, mas acredito na salvação, serei  forte e vou me reerguer, é isso, fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário