terça-feira, setembro 07, 2010

Diego.



Era fim de Agosto, ela foi a praia com as amigas, lá conheceu um rapaz chamado Diego, não se apaixonou, eles não trocaram telefones, havia apenas contato visual, nada físico, nada de química, nada de coragem pra chegar junto.
Ótimo, eles estavam bem felizes, mal lembravam-se um do outro, ou melhor, não lembravam de forma alguma, pelo menos ele não lembrava dela.
Mas, no mês seguinte, voltando a praia, adivinha quem estava lá?
Claro, Diego, ele e seus amigos da ultima vista, ele e seus sapatos, quem já se viu alguém ir a praia se sapatos?
Dessa vez o contato foi mais que visual, ele foi até ela, parou na "frente do sol" e disse:
"Prazer."
Ela riu, como sempre ria, perguntou o nome dele e foi até grossa quando falou com ele novamente:
"Então você pode sair da frente do sol, Diego."
Alguns minutos depois as turmas estavam todas na mesma mesa, ele e seus amigos e ela e suas amigas,
eles trocaram telefones e passaram a se ver sempre na praia, como amigos, claro.
E como amigos bebiam, iam a shows, dormiam no mesmo quarto dos hotéis baratos nas viagens e nada acontecia, ué, eles eram amigos, ou não?

Sim, eles eram amigos até ela resolver se apaixonar, e como mulher apaixonada sempre acredita em tudo, ela acreditou nele,
e o que ele foi? Por um mês foi o cara mais atencioso, calmo e educado de todos; só por um mês.
Depois de um tempo tornou-se um cafajeste de marca maior, é, aquele Diego engraçado que ela havia conhecido...ah, ninguém sabia dele.
Assim, ela sofria, sofria, sofria, sofria e só, e ele parecia não se preocupar com ela.
Ela faria tudo por ele, e fez o que pôde, mas não deu muito certo.

Meses depois Diego já estava atacando mais uma vez, parecia que estava só esperando ela esquecer, se recuperar...e foi o que fez, voltou arrependido, com promessas de mudança, e ela...boba. acreditou mais uma vez que isso fosse real.
Mas não era real, o amor não é real, promessas não são reais, pessoas que se preocupam com sentimentos não são reais.
E Diego criou um "monstro", ela por conta dele tornou-se uma das mulheres que mais destroem corações, e conseguiu destruir o coração que ela mais queria, o dele.

[CONTINUA.]
-Diego amg, valeu por emprestar o nome. rs
*--*

Um comentário: