sábado, setembro 04, 2010

Eu ainda acredito.


  Vai ser mais uma noite perdida por sua conta, mais uma noite na qual vou me martirizar por te amar,
mais uma noite na qual vou refletir os prós e contras de te amar, de querer você.
    Mais uma noite na qual eu vou pensar se vale a pena arriscar passar por esse túnel estreito e sombrio por você e eu espero chegar a uma conclusão, sim, mas eu preciso ser rápida, meu coração é urgente de você.
      Eu esperei que a dor passasse, esperei nossas vidas correrem, esperei você crescer e pelo que me parece você cresceu, finalmente se tornou aquilo que eu sempre esperei.
        Depois de todas as minhas desilusões sei que ainda há esperança em você, não sei se pra nós, mas de algum modo acredito que possa haver um final feliz.  Acredito que sejamos compatíveis de algum modo e que  quando eu não tiver sono vou ouvir tua voz a me ninar, talvez com sussuros ou numa canção idiota, num cantarolar simples e desafinado, acredito que vou ter teus braços ao redor de mim e tua boca na minha e que mesmo depois de tudo, depois de cada erro, depois de cada parte que reconstruí de mim, nós seremos um e um só pra sempre e sempre.
         Te amo e nunca duvide disso, e acredite, eu penso em cada possibilidade de um nós no futuro, futuro que talvez não exista por minha própria culpa, mas eu ainda acredito em você.

Um comentário: