quinta-feira, setembro 09, 2010

No meio das mudanças.




Eu estou no meio das mudanças, não se admire se eu chegar a você e disser que te amo e cinco minutos depois desejar sua morte,
não se admire se eu acordar você com todo amor e a noite voltar pra casa de cabelos verdes e com toda a revolta a flor da pele.

Eu estou no meio das mudanças, não tem mais saída, não sou mais eu, te dou os parabéns por isso, claro que eu tenho minha parcela de culpa, mas em maior parte a culpa é tua, por não me querer, por não me amar e me fazer mudar.

Não se admire por isso, eu mudei, posso ser seu mais doce sonho ou o seu pior pesadelo em um espaço de minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário