domingo, setembro 19, 2010

-Velhos tempos.


-A anos atrás nós éramos felizes, mais felizes que poderíamos imaginar.

Éramos livres e éramos apenas.

Éramos só nós, éramos cruas e doesse a quem doesse tínhamos a mesma cara, e não iríamos mudar por nada ou por ninguém.
Éramos nerds, feias (não que ainda não seja, mais menos que antes), sem noção, mais éramos felizes, muuuito felizes, tínhamos umas as outras e isso bastava, bastava, era suficiente.
Mas faz tanto tempo, tanto tempo, que mexer nessa ferida agora, me faz ter vontade de derramar minhas infames lágrimas.

Minhas lágrimas de saudade, minhas lágrimas de lembrança, lágrimas puras, as mesmas lágrimas que derramava a oito ou sete anos atrás.
As mesmas lágrimas testemunhas de minha pura e única amizade que eu alimentei por tantas pessoas, que hoje talvez eu nem lembre mais o nome ou as feições.
E eu sinto saudade saudade de tudo, dos amores, dos problemas, são velhos mais eram mais puros do que os de hoje que de um jeito ou de outro são necessários e que talvez nem tenham solução.

Tudo isso só mostra o quanto fomos fracos e não soubemos aproveitar o que tínhamos.

-É, éramos felizes, de um jeito diferente, cada um de seu jeito, mais éramos puramente felizes.

                                                                            Fim.

Por.: Nathalia Almeida
        Yasmin Galindo  blog da Mii

Nenhum comentário:

Postar um comentário