sábado, outubro 16, 2010

Deus te ama.

Depois de dois copos de Whisky  ela ainda estava sóbria, foi então em busca de algo mais forte, algo que a entorpecesse, que a fizesse de uma vez  por todas perder os sentidos, ela não queria morrer, ela só queria esquecer, esquecer as mágoas que o amor causara, ela só queria ficar mais calma e parar de pensar naquele cara que esmagou todas as projeções que ela havia feito para sua vida.
Tentou Vodka, depois começou a fumar, um cigarro de maconha por noite, era tudo que ela precisava pra se manter distante dele, e depois passaram a ser dois, três, seis cigarros por noite já não eram mais suficientes, não era aquilo que ela queria, não era aquele caminho que ela deveria seguir, mas não era a toa, ele a ligava algumas vezes em um mês, era o suficiente pra que ela se prometesse parar, mas ela só parava até perceber que ele não ligaria outra vez, que ele não se importava tanto assim com ela e tudo isso era apenas mais uma ponte para sua auto-destruição.
Ela já não tinha mais fé, não suportava mais nada, até conhecê-lo, sim, até conhecer um alguém especial que supria todas as suas carências, que preenchia por fim o vazio que tanto lhe aflingia, e depois dele ela nunca mais foi a mesma, ela estava livre de tudo que a acorrentava antes, ela agora é feliz e faz questão que todos o conheçam, sim, ela conheceu a Deus, e ele te espera como a esperava.
Deus te ama!

Nenhum comentário:

Postar um comentário