quinta-feira, março 24, 2011

Não sei dar nome a coisas.

Não sei nomear sentimentos, objetos, animais, pessoas, pra quê?
São só nomes, palavras que vão ser cuspidas nas horas boas e ruins, por quê se precisa deles? Não se precisa, são só modos de separar todo mundo, de dizer que não somos iguais, mas isso não precisa ser dito e independente de qualquer coisa não somos iguais; por dentro somos todos de um jeito, uns mais fortes, uns mais fracos, uns com fé, outros nem tanto, uns com coragem, outros com covardia.
Não consigo nomear sentimentos, explicar aquele frio na barriga que eu sinto quando estou na montanha russa, ou o que eu sinto quando estou com meus amigos, minha familia, com as pessoas que eu amo, realmente, não dá pra descrever.
E pra mim, vai tudo continuar assim, sem nome, sem jeito, sem separação, mesmo que seja tudo diferente, vai ser igual.:*

Nenhum comentário:

Postar um comentário