sábado, maio 14, 2011


Voltar a sorrir como quando criança, voltar a sentir o vento no rosto e não ligar pra convenções sociais, só lembrar de ser feliz, muito feliz.

Um comentário: