quinta-feira, junho 23, 2011

Um passo novo.

Eu quero muito me jogar naquele sofá, colocar a vergonha no bolso e te ligar, dizer: amor, hoje ta tão frio, eu to com saudade, vem me ver? e te ouvir rir da minha carência do outro lado da linha dizendo: já chego, meu amor, pra animar sua noite. Mas eu não vou ligar, nem espere, pode ir curtir sua noite com seus amigos seja lá aonde for, as pessoas podem fazer um milhão e meio de coisas num sábado a noite.
Ah, se você sentir saudade e me ligar, se não for atendido é que eu devo ter saído pra curtir, afinal você vive dizendo que eu sou jovem e a vida é curta, fui aproveitar, viu, amor? Quero muito que você se divirta horrores, porque eu vou me divertir muito, muito mesmo.
Talvez eu viaje também, com esses novos amigos, minhas roupas novas e o batom vermelho rubi que eu peguei na bolsa da minha mãe e vou viver, te mandarei algumas mensagens de texto, alguns email, quem sabe, mas vai ser só pra não sumir de vez da sua vida. Viva bem no meu passado, porque o meu futuro boas coisas me reserva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário