quarta-feira, julho 13, 2011

-

Tenho tido tremores durante a madrugada, duas da manhã e eu não consigo controlar minhas pernas, minhas mãos, meu coração. Tenho chorado todas as madrugadas e sinceramente toda essa nossa proximidade não me tem feito bem, não sei o que é, mas sei que você me tira algo sempre que se aproxima.
Eu estava pensando em algum jeito que não fosse dolorido pra nós de dar um fim nessa história, sabe, é que eu não aguento mais esperar que você se decida e não vou ter energia o suficiente por nós dois, não posso simplesmente permitir que você me tire meu melhor, minha luz e fique por isso mesmo, que só volte pra “recarregar as energias”.
Sinceramente, pare de mentir pra mim, pare de dizer que sempre pensa em nós, talvez eu até acreditasse se você no lugar de me arrancar lágrimas fosse me trazer sorrisos, mas parece que não, pois é, era só isso que eu tinha a dizer.
Talvez você não tenha entendido, eu também não entendi, mas quando você sair desse restaurante hoje, não volte mais para minha vida.
E sinceramente, mais uma vez, não dou a mínima pra o que você pensa de mim.



Nenhum comentário:

Postar um comentário