quarta-feira, agosto 10, 2011

Apedrejem-me


Sou egoísta, exagerada, arrogante e insensível, sim!
Apedrejem-me!
Não finjo que gosto das pessoas, não fico sorrindo por conveniência.
Pra mim nada está bom, quero sempre mais, mas não uso as pessoas por isso.
Apedrejem-me!

Quero ficar sozinha, mas quero barulho e movimento.
Quero fidelidade, sinceridade e não hipocrisia.
Apedrejem-me!
Quero ser feliz, quero viver.
E se querer mais e melhor for realmente um pecado;
quem nunca pecou que me atire a primeira pedra.

Um comentário: