terça-feira, março 20, 2012

-

Contemplar-te-ei, Meu.
Alvo e pronto.
Inteiro e Meu.
Contemplar-te-ei, Meu homem.


E ouvir-te-ei, forte, pulsar.
Sentir-te-ei respirar.
Teu hálito, quente, tua pele.
Nossas peles.


Deixar-te-ei ir mais longe que qualquer outro,
Conhecerás o mais profundo de mim.
A meia luz de um candelabro,
Dir-te-ei juras do meu mais ardente amor.
Em nossas núpcias.

Mais fortes.

São sempre mais fortes,
machucam você,
Algumas machucam mais que sua alma,
machucam seu corpo.

E você tenta fugir,
mas são sempre mais fortes.
Olham você.
Ferem você.

São sempre mais fortes.
Você não pode se defender.
Você tenta,
Eles são mais fortes.

E de uma forma ou de outra,
marcam você.
Machucam você.
Às vezes tiram de você seus melhores tempos.

E mesmo que você perdoe,
nunca se apaga.
E você chora.
Eles são mais fortes.

Dedicado a J, A e S.