sexta-feira, maio 03, 2013


Tudo acabou aquela noite. Todo o amor e devoção, toda intensidade foi sentida nela. Foi como se nunca pudesse ter fim. Mas teve. Que tola eu fui, achei que não seria uma despedida, achei que o amor prevaleceria, achei que haveria a chance de tudo ser diferente a partir dali, mas não foi um recomeço. Tudo aquilo foi a mais linda prova de amor que já existiu e a mais dolorosa despedida.

Um comentário:

  1. Já escutei muito e observei amores de juventude e de toda vida e duas verdades são inegáveis:
    - Só existe um amor verdadeiro : de mãe para filho. (Olhe lá, mas as que amam amam mesmooo!!!)
    - Que seja eterno enquanto dure! Grande Vinícius de Moraes, não à toa um dos melhores poetas romancistas do Brasil e mundo.
    abraços

    ResponderExcluir