sábado, maio 14, 2011


Voltar a sorrir como quando criança, voltar a sentir o vento no rosto e não ligar pra convenções sociais, só lembrar de ser feliz, muito feliz.

quinta-feira, maio 12, 2011

Estava claro, só ela não queria ver.
Talvez ainda houvesse amor ali, mas de um jeito unilateral.
Não eram mais um só,
não se amavam mais.

Disseram adeus e foram felizes, nunca mais doeu.

contradições.

-Eu te amo, ainda.-ele disse.
Ela replicou:
-E você vai deixar de me amar?-ela nem sabia mais o que pensar, ela não queria perdê-lo, de maneira alguma. Eles estavam sentados na mesa de um boteco qualquer, se viam pouco e sempre acabavam mal resolvidos, ele voltou os olhos para as mãos e disse:
-Eu não posso simplesmente deixar de te amar, não é um programa que é só desativar, é uma coisa que está muito bem guardada, lá no fundo, no lugar mais seguro.
Ela não sabia como agir, levantou-se e saiu do bar, ele a seguia instintivamente mas parecia inútil, ela chorava, debulhava-se em lágrimas que mais pareciam sufocá-la, ele a parou, sentaram-se na calçada suja mais próxima abraçaram-se e o momento tornou-se eterno.

sexta-feira, maio 06, 2011

sobre não amar.

eu não te amo!
não amo, nunca amei.

E não dói te dizer isso agora,
não dói porque é a verdade,
não dói porque o tempo inteiro eu tentei não te machucar,
e agora eu te digo a verdade, não te amo.

E agora eu quero repetir, quantas vezes for preciso, que eu não te amo e a culpa é sua,
só sua, por conseguir me afastar daquele sentimento que poderia ter mudado nossas vidas, e não reclame,
não julgue, pode me esquecer se quiser, ir embora, e eu vou fazer questão de trancar a porta depois que você sair.

quinta-feira, maio 05, 2011

-Depois da sua ida eu fiquei cheia das manias.
-Quais?
-As suas, não consigo lidar com a ideia de não ter mais você.
-Mas você ainda me tem se quiser, você quer? - E me olhou daquele jeito safado, ao qual eu não consigo resistir, foi mais forte que eu, me atirei nos seus braços seguros.
-Eu quero, eu sempre quis.

Tatuagem.

Adapte-se, querida, você ainda vai quebrar muito a cara, mas com o tempo para de doer, quer dizer, não que realmente pare mas cicatriza, tudo cicatriza.
E para o mundo não te esmagar você pode até tatuar qualquer sentimento falso por cima das cicatrizes, quem sabe funcione?
Me avise se der certo.
E em cada cicatriz nova você pode tatuar o nome de alguém, mas eu acho que a culpa de todas elas deve ser sua e das suas escolhas erradas, então, esqueça a tatuagem, venha, me dê a mão, vamos cuidar melhor dessas feridas.